terça-feira, 24 de março de 2009


Março...

Mês de tantas lembranças, mês com marcas tão fortes.

Março...

Mês em que olho mundo pela primeira vez, sem saber o que me esperava.Um dia como tantos outros, de facto, mas um dia que me marcaria para toda a vida em vários aspectos.

Não é um relato de vida que aqui escrevo, apenas uma necessidade muito forte de colocar cá para fora sentimentos. (não fosse esse o nome deste espaço).

Nesta minha caminhada até hoje, guardo imagens em mim que jamais o tempo irá apagar. A minha juventude ao lado do homem que tanto amei e amo, um namoro sereno, fantástico, vivido em perfeita harmonia e paixão. Dou por mim a sorrir a lembrar alguns momentos, tão meus que tenho como confidente apenas a natureza. Um nascer do sol especial por exemplo, uma passagem de ano memorável, em que nada mais importou, senão ali, o momento.

Cresci, amadureci, e mais uma vez o mês de Março me sorri. Comecei o meu namoro em Março :) casei em Março, no dia do meu aniversário :) O meu primeiro filho gerado em Março :) A minha vida profissional marcada em Março :) Sim, tenho muitos motivos para estar sempre ligada a este mês e ele ser-me tão especial. Se tivesse a possibilidade de um dia voltar atrás no tempo, garantidamente faria exactamente o mesmo.

Mas a vida não me trouxe só alegrias em Março.

Em Março foi-me retirado o meu suporte, a minha companhia, o meu amor.

Se existe alguma relação em tudo isto, não sei sinceramente, talvez um dia quem sabe tentarei perceber, mas agora não.

Agora vivo o contraste constante. Por um lado tenho a dor, a solidão, a saudade, mas por outro lado tenho a compreensão, a solidariedade, e a amizade. Agora vivo um Março sem rumo, quando todos os outros que vivi tinham um objectivo. Mas eu não deixei de ter objectivos. Tenho sim. Tenho duas pedras preciosas que me vão dar toda a força para continuar em frente. Tenho uma estrela que me irá guiar os meus rumos. Não vou baixar os braços, isso não. Se isso acontecesse seria um acto de rendição, um acto de desistência, mas não vou desistir. Vou viver para os meus filhos, para a minha família e para os meus amigos. Assim, com algum esforço, confesso, hoje 24 de Março, digo:


PARABÉNS MARTA!

As datas continuaram a ser datas, os dias continuaram a ser dias e o mês de Março será sempre o mês de Março. É isso que vou aprender a sentir, a acreditar. Não será o mês "mágico" mas será o mês em que sorrirei sempre que me recordar o que tão de bom vivi. E prometo a mim própria que voltarei a sentir o meu sorriso. Por mim, pelos meus filhos, por quem me quer bem.



.

5 comentários:

Som do Silêncio disse...

Minha AMIGA

Houvessem palavras para eu te descrever o que estou a sentir neste momento...eu escrevia.
Houvesse maneira de tu sentires o quanto eu gosto de ti...eu queria mostrar.
Assim, a única forma que tenho de o demonstrar, é dizer-te que +es uma pessoa especial, que entrou na minha vida de uma forma especial, e que já fazes parte do meu dia a dia...de forma especial.

Parabéns Marta, do fundo do coração...e conta comigo para o que for preciso!

Som

Maria disse...

A responsável por ter chegado aqui foi a Som do Silêncio. Que conheço faz tempo.
Estive a ler-te, és uma Mulher de coragem, e por hoje só quero deixar-te um grande abraço de PARABÉNS!
Voltarei aqui, se deixares...

claudia disse...

Parabens Marta!!!

Azul disse...

Martinha,

Foi uma grande, grande amiga, comum :) (sim, a Som do Silêncio) que me fez vir a este teu espaço faz tempo. Vou passando e vou-me deixando ficar na serenidade que o teu espaço emana. É a preguiça das palavras que teimam em permanecer por estes lados. Mas hoje, hoje algo me fez querer deixar-te esta singela mensagem:

Martinha,
Desejo-te do fundo do coração que este dia se repita por muitos e longos anos, com toda a força e determinação de vida que aqui tão bem demonstras possuir.

Que sorrias para a vida e que a vida TE SORRIA SEMPRE.

Daqui, do Sul,
um ABRAÇO profundo de carinho

Anjo Negro disse...

OLÁ.
Vim pousar neste cantinho por passagem, mas não pode deixar de comentar.
Pelo que pode me aperceber tiveste uma enorme perda pelo qual te desejo, muita força para superares essa mesma perda.
Por vezes a perda trás lembranças, lembranças essas que por vezes nos consomem por dentro, mas não é isso que transpareces, por isso felicito-te por teres uma bela e harmoniosa vivencia que te dará as forças para continuares.
Parabéns, que continues a ter muitas primaveras por muitos anos.
Que um anjo te proteja.
Beijo
Anjo Negro.