quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009



Tal como no puzzle,

há sempre maneira

de juntar as peças.








E quando as peças ficam bem

encaixadinhas vem a bonança

Sorrimos para nós, para o mundo

declaramos momentos de firmeza entre nós

os nossos corpos e a nossa mente



Amamos a vida de forma sublime,

porque estamos a dançar a mesma melodia.



E aí a sintonia existe

tornando tudo perfeito.






8 comentários:

Cotovia disse...

"Amamos a vida de forma sublime,
porque estamos a dançar a mesma melodia"

Será?


... às vezes, a cotovia pia outras melodias!

Pjsoueu disse...

martinha:)

...juntar as peças do amor é sorrir no olhar de quem amas e adivinhar quem lá vive.

...juntar as peças é voar nas asas da paixão do amor enraizado no que há de mais belo...

Gostei de estar aqui; voltarei mais vezes...


beijos

Pj

O Profeta disse...

O meu pensamento é gaivota
Entre as tempestades e as pedras negras
Meço o tempo pela chegada da Lua
Sou homem nu a que um deus dita regras


Bom fim de semana


Bom carnaval



Mágico beijo

Marlene disse...

Gostei! :) ..simples e belo!

susaninha disse...

Olá amiga, identifico os momentos que estou a viver com o teu post.


Quando as peças ficam bem encaixadinhas...
Amamos de uma forma sublime...
E aí a sintonia existe.

Pena as vezes o puzzle desencaixar-se, mas ai vem a bonança, e é tudo tão bom...

Beijos bem fofinhos.

maré disse...

às vezes fragmentadas

às vezes marmorizadas
.
.

mas insistir

é preciso

______

tb e um beijo

Som do Silêncio disse...

Existem puzzles com muitas peças...com poucas peças, mas o fundamental é que se consiga juntar as peças todas.
A vida é isso mesmo, um puzzle...
Talvez o maior que exista, mas será sempre o que maior prazer nos dará a concluir!

Beijo muito terno
Som

lapsos de tempo disse...

Às vezes perde-se demasiado tempo à procura de determinadas peças quando elas até estão tão perto, não é?
Gostei muito do blog e vou voltar.
Paulo